Hemose recebe grupos de doadores de Boquim e Nossa Senhora Aparecida

Nesta sexta-feira, 9, o serviço de doação de sangue e o cadastro de medula óssea do Centro de Hemoterapia de Sergipe (Hemose) recebeu  dois grupos de voluntários oriundos dos municípios de Boquim e Nossa Senhora Aparecida. Os doadores colaboraram com os estoques de sangue e a renovação das plaquetas, componente do sangue, que tem validade de cinco dias e, é bastante utilizado para atendimento de pacientes em tratamento oncológico e leucemias na rede hospitalar.
Valdemir Evangelista Santana, responsável pelo grupo do povoado Cruz das Graças em Aparecida, ressaltou a importância da doação e, por isso, se dedica a cada quatro meses reunir familiares e amigos para doar. “Percebi que o serviço é muito importante, depois que meu filho passou por tratamento e fez transplante de rins”, lembrou ao relatar que em seu grupo tem doadores fidelizados e novatos. “A cada ação do grupo mais pessoas se interessam, hoje eu vim com 26 voluntários”, informou satisfeito.
As doadoras fidelizadas, Sandra Oliveira de Jesus e Maria José Andrade Santana apoiam a iniciativa do amigo de Nossa Senhora Aparecida. “Esse incentivo de Valdemir é muito importante para que as pessoas deixem um pouco seu trabalho e sua casa para vim ajudar, espalhando amor e esperança. Porque a doação é tudo isso”, confirmaram.
Para as amigas Edneuma de Jesus Santos Silva e Aline Nascimento, responsáveis pelos doadores de Boquim, a doação é um ato que necessita da boa vontade das pessoas. “Os pedidos para
ajudar pacientes, principalmente as crianças internadas para tratamento de câncer ou leucemia chama a atenção das pessoas, que se interessam em vim, e quem não doa sangue conhece o serviço para falar com a família ou com os amigos”, disse Aline.
A equipe de Captação do Hemocentro de Sergipe trabalha para fidelização de doadores. “Toda vez que recebemos os grupos é motivo de alegria, por saber que eles são responsáveis pela multiplicação das informações sobre a necessidade de doadores frequentes, para assegurar o atendimento da demanda transfusional nos hospitais”, destacou a gestora do setor, Josceline Souza.
Critérios
Estão aptos a doar sangue candidatos em bom estado de saúde, idade entre 16 a 69 anos, peso acima de 50 quilos. Menor de 18 anos somente com termo de autorização dos pais ou responsável legal. É necessário apresentar documento de identidade original e com foto válido em todo território nacional. O documento está disponível para download no site do Hemose: www.hemose.se.gov.br. Mais informações através dos telefones: (79) 3225-8000, 3225-8039 e 3259-3174.